Login

Lost your password?
Don't have an account? Sign Up

Como ganhar dinheiro com florestas de Mogno Africano


Os investimentos florestais, de uma maneira geral, são restritos aos grandes investidores de madeira. Existem grandes players de mercado que são responsáveis pelo plantio anual de imensas áreas florestais comerciais.

Como é uma atividade de baixo risco e de alta lucratividade, premia os investidores que pensam no longo prazo.

Assim, grandes empresas e bancos estrangeiros são atualmente os maiores interessados no desenvolvimento florestal mundial, já que a atividade se apresenta como ótima forma de diversificação de investimento. Fundos soberanos de diversos países, empresas de seguro previdenciário dos EUA, Europa e Ásia detém atualmente cerca de US$ 150 bilhões em ativos florestais pelo mundo.

As florestas comerciais plantadas surgiram há muitos séculos, na Europa, com o esgotamento das reservas extrativistas naturais daquele continente. Uma das intenções das Grandes Navegações do século XV era justamente a busca por novas fontes de madeira. Sempre é bom lembrar que em nosso país a primeira atividade comercial europeia foi a busca por madeira (pau-brasil). Nos EUA e Canadá, a indústria madeireira floresceu já bem mais tarde, em meados do século XX.

O investimento em florestas plantadas no Brasil se situa atualmente em R$ 8 bilhões e as projeções indicam que esse número deve se expandir em mais de 50% até o final dessa década, segundo o Serviço Florestal Brasileiro.

A ideia principal da California Wood Investment é participar desse grande movimento, tendo como sócios pessoas que desejam um investimento de longo prazo, pensando em seu próprio fundo de aposentadoria, sem precisar ou depender da Previdência Social. Nosso objetivo é trazer o investidor para esse grande negócio, sem precisar que ele detenha conhecimentos avançados de lavoura florestal, sem precisar investir grande quantidade de dinheiro em terras (um passivo caro em nosso país!!). Em outros países, as grandes seguradoras previdenciárias usam recursos de seus clientes para o investimento florestal. No Brasil, devido à atual legislação, o emprego de tais recursos tem limitações por parte das seguradoras.

Por que não utilizar uma outra estratégia no Brasil, regulado legalmente e segurado por contrato direto com uma empresa de plantio florestal? Nosso investidor irá aderir a um contrato de investimento direto, entre empresa e pessoa física. Dessa forma ele próprio financia o plantio de uma floresta e passa a ter direito à participação nos resultados comerciais com a venda da madeira obtida naquele empreendimento. Ele se torna um participante de um grande mercado.

O retorno é em longo prazo (em torno de 20 anos), porém a rentabilidade, que fica entre 15 a 20% ao ano (muito superior a qualquer investimento bancário ou em renda variável disponível no mercado), além do baixo risco, criam uma série de atrativos muito interessantes para o negócio.

O setor florestal tem baixa volatilidade e oferece boa lucratividade para o investidor de longo prazo, aquela pessoa que pensa realmente no futuro e admite a possibilidade que a Previdência Social brasileira não é realmente eficiente em prover benefícios futuros a quem dela participa, na maioria das vezes, obrigado.

Também é importante salientar todos os benefícios ambientais e sociais que o investimento no plantio de florestas comerciais pode proporcionar. Quando uma floresta comercial é plantada em determinada área, ocorre uma interferência direta sobre a qualidade do meio ambiente ao redor, uma vez que as árvores afetam positivamente as condições ambientais locais, aumentam a absorção de água pelo solo, alimentando aquíferos e nascentes, reduzindo drasticamente os efeitos da seca temporária no Cerrado brasileiro.

Também contribuem para a redução dos gases de efeito estufa, já que absorve grande quantidade de CO2 da atmosfera. Um hectare de floresta comercial de mogno africano retira aproximadamente 250 toneladas/ano de carbono do meio ambiente. Investindo em mogno você também estará reduzindo sua “pegada de carbono” para o meio ambiente.

Ao mesmo tempo, o negócio florestal gera emprego e renda para milhares de pessoas que se envolvem com todo o ciclo produtivo, do plantio ao corte, do beneficiamento até a comercialização dos produtos de madeira.

Não existe, contudo, negócio sem riscos, como em todo investimento. No caso do mogno africano, o risco maior diz respeito à produtividade da floresta. A florestas comerciais de mogno, entre outras possibilidades, estão sujeitas a doenças e pragas e que sofrem influência do clima e de outros fatores que podem interferir no crescimento e até ocasionar a perda de árvores.

O mogno africano é uma árvore que tem poucos inimigos naturais e de fácil manejo. É preciso considerar ainda que, como em qualquer setor, o mercado mundial de madeiras apresenta oscilações próprias. Como é um mercado já maduro, com matéria–prima essencial para diversos setores econômicos, sua oscilação é considerada baixa, com tendência a crescimento de preços, dada a escassez de produtos florestais.

Venha investir na California Wood Investment. Proteja seu futuro e de sua família!!

Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram