Login

Lost your password?
Don't have an account? Sign Up

Gestão de riscos na cultura de mogno africano

Um dos maiores riscos de danos na produtividade são os incêndios, pois dependendo da intensidade, podem resultar em danos irreparáveis. Visando a redução significativa de sua ocorrência, recomenda-se que o controle seja feito através de aceiros próximos ao plantio, mas em casos de queima acidental, é de extrema importância que a equipe esteja capacitada para o controle do fogo.
Já em relação aos eventos climáticos, esses são riscos inevitáveis. Tempestades com raios, períodos de seca e rajadas de vento podem danificar a floresta, mas de modo parcial, ou seja, não destroem tanto quanto os incêndios e nem desvalorizam tanto o produto, o motivo é que a comercialização da madeira depende somente da idade.
Quanto as pragas e doenças, essas são consideradas riscos que têm o pode de afetar a produtividade da floresta de mogno africano, considerando a intensidade do ataque:
• Pragas: formigas, cupins e abelhas arapuás;
• Doenças: fungos, bactérias e vírus.

Fonte: Instituto Brasileiro de Florestas

Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram