Login

Lost your password?
Don't have an account? Sign Up

Brasil no ranking de Exportações Internacionais de produtos florestais.

Graças ao crescimento da produção das empresas florestais brasileiras e das demandas internacionais pelos produtos desse segmento, o Brasil tem se tornado um dos maiores países do ranking de exportadores internacionais de produtos florestais, conquistando posição privilegiada e ganhando competitividade entre os países tradicionais no ramo de celulose, como a Finlândia e a Suécia. Mudanças significativas também vêm ocorrendo, ao longo dos anos, no mercado doméstico e internacional de produtos florestais, por meio da expansão dos mercados existentes e do surgimento de novos mercados e de novos produtos que utilizam, basicamente, a madeira de reflorestamento, tanto no Brasil quanto no exterior.
O mercado de madeiras tropicais duras apresenta uma tendência geral de aumento do preço do m³. A madeira tropical dura serrada apresenta preço médio acima de 500 dólares. Contudo, há espécies de madeira que tem ganhado mais notoriedade devido ao alto valor no mercado internacional, como é o caso do mogno africano, cuja madeira serrada e seca está por volta de 1.250 dólares aproximadamente.
Com relação a produtividade florestal, é indiscutível a vantagem competitiva do Brasil, o qual lidera o ranking de nível de produtividade por hectare (ha), seguido pela China, Indonésia e Austrália. Levando em conta o fator ambiental, a exploração de florestas naturais da Amazônia no Brasil coloca-se em uma posição delicada, aumentando a cada dia o custo ambiental de exploração de madeira de áreas naturais. Neste contexto, estima-se que a produção de madeira nativa da Amazônia em áreas privadas deve baixar 64% nos próximos 20 anos.
Fonte: https://www.ibflorestas.org.br

Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram